14/11/2003

Ferro Rodrigues
O secretário-geral do PS, Ferro Rodrigues, afirmou em entrevista concedida à Antena 1, que António Guterres, se quiser concorrer às eleições presidenciais, é um bom candidato para representar o PS.

13/11/2003

Correio dos Leitores
Se os pré-candidatos à Presidência da República são os que se anunciam, e muito particularmente um que já faz campanha disfarçada, então a candidatura de António Guterres, cuja estatura humanista é abissalmente diferente, será a única hipótese de evitar que também a Presidência da República entre em estado de “tabloidização” e do mais despudorado populismo de que este país está a ser vítima.
Jorge Ferreira
Agitações
Este senhor está agitado?

12/11/2003

Correio dos Leitores
Embora seja uma decisão essencialmente pessoal, a candidatura à Presidência
da República deve assentar num conjunto de princípios e ideias bem claras,
nomeadamente em relação às necessidades de renovar a democracia portuguesa e de dignificar a presença de Portugal na Europa e no Mundo.
Desde o 25 de Abril, os portugueses elegeram para este cargo cidadãos com
historiais de luta e de empenhamento na consolidação do regime democrático.
Portugal precisa hoje de um Presidente da República que saiba unir e
devolver a esperança aos portugueses, com capacidade de diálogo e pronto
para estabelecer as pontes necessárias para continuar a construção de uma
sociedade mais justa e solidária.
Há um caminho longo e difícil a ser percorrido, passo a passo, olhos nos
olhos, agregando as portuguesas e os portugueses...
Comigo, consigo, com António Guterres!
José Graça
(Tavira-Algarve)

11/11/2003

Links
Detectámos e queremos agradecer publicamente aos weblogs Mar Salgado e Relances os respectivos links.
Correio dos Leitores
António Guterres tem sido o político que em Portugal, e mesmo no estrangeiro, tem dado mais provas de verdadeira cidadania e cultura humanista. O seu espírito de serviço e de solidariedade têm sido notáveis e isso praticamente quase todos os Estadistas, homens e mulheres da Cultura, da Ciência e da Arte do nosso tempo o reconheceram !
Por estas razões conhecidas e também porque Guterres já o afirmou e demonstrou que é, acima de tudo, um homem de princípios merece de todos nós o maior apoio e entusiasmo para a sua candidatura à Presidência da República em 2006.
Francisco de Assis M. Cunha

09/11/2003

Correio dos Leitores
Camaradas,
A Esquerda tem de se unir para impedir o compadrio e o nepotismo instalado pela coligação do actual governo. António Guterres é um bom nome para assumir a presidência, visto ser uma pessoa extremamente humana e sabedora dos limites do Poder. Se este governo estivesse em funções no tempo dos governos socialistas, o país não estaria de tanga, mas já não seria país sequer. Basta olharmos para a crescente «espanholarização» do nosso tecido produtivo, e às crescentes cedências ao governo de Madrid.
Mobilizemo-nos em torno da candidatura do Engenheiro para evitar que os Velhos do Restelo ocupem o Palácio de Belém.
Saudações Socialistas
Nuno Lamela Alves
Correio dos Leitores
Sou dos que não esqueço que António Guterres governou sem maioria e governou bem. Percebia-se uma Estratégia de Desenvolvimento e Portugal desenvolveu-se como nunca acontecera. A par de Mário Soares, António Guterres é o politico português mais conceituado nacional e internacionalmente.
Apoio a sua candidatura à Presidência da República.
Silva Carvalho

08/11/2003

Reunião da Comissão Política Nacional do PS
No futuro, não será frequente ler neste weblog comentários sobre a vida interna do Partido Socialista.
Abre-se uma excepção em virtude do actual momento que o PS atravessa. O PS precisa urgentemente de reencontrar a estabilidade interna. Estamos seguros que essa é uma responsabilidade a que todos os seus militantes saberão responder positivamente. Hoje e no futuro.
Candidatura de Guterres já mexe
Este é o título de uma notícia assinada por Luís Rosa no semanário O Independente desta semana. Segundo o jornalista, os apoios à candidatura de António Guterres à Presidência da República não param de crescer e a vaga de fundo que o poderá levar a entrar na corrida a Belém aumenta de dia para dia.
O jornalista faz ainda referência no seu artigo a este weblog, descrevendo-o como uma espécie de embrião do MAGAP (Movimento de Apoio a Guterres a Presidente), ou seja, a versão guterrista do MASP (Movimento de Apoio a Soares a Presidente).

07/11/2003

Correio dos Leitores
Amigos,
António Guterres é, pelo seu passado de homem público, o candidato com melhores condições de trazer uma nova esperança aos portugueses.
O meu total apoio empenhado.
Jorge Castro Lopes
Deputado Municipal em Vila Nova de Foz Coa
Membro da Comissão Política Nacional do PS
Correio dos Leitores
Amigos,
No meu PS, sempre fui conhecido como um Guterrista dos "setes costados".
Mesmo nas alturas mais difíceis em que todos falavam mal, sempre estive do lado do político, para mim, com mais reputação e qualidade política da actualidade em Portugal, António Guterres.
Nalgumas declarações públicas, já o disse, a vários orgãos de comunicação social, que o apoiava entusiasticamente a ideia de apoiar Guterres a Presidente da República.
Saúdo vivamente a criação deste Blog, contem comigo!
Cláudio Anaia

06/11/2003

Slogan
Começaram já a chegar os primeiros slogans. Será publicada uma primeira listagem com os melhores slogans por volta do dia 15 de Novembro.
Correio dos Leitores
Amigos,
António Guterres é, pelo seu passado de homem público, o candidato com melhores condições de trazer uma nova esperança aos portugueses.
O meu total apoio empenhado.
Jorge C.L.

05/11/2003

Slogan
Este blogue inicia hoje e até ao final do mês, um concurso informal para encontrar o melhor slogan para a candidatura de António Guterres. Os slogans deverão ser enviados para o email na coluna da esquerda.
Contamos com a vossa participação.

04/11/2003

Mobilização
A vida tem destas coisas. Por pura coincidência, nos últimos dias, João Cravinho, João Soares e Mário Soares manifestaram o seu apoio à candidatura do camarada António Guterres às eleições presidenciais de 2006.
Muito se agradece o seu generoso e genuíno apoio e aguarda-se que, em devido tempo, outros também o façam, em carta aberta dirigida aos militantes do Partido Socialista – devidamente publicada num jornal diário – ou de outro modo.
O PS e a esquerda muito brevemente terão de começar a sua mobilização para este importante combate político.
A meta de 2006 não está assim tão longe como poderá parecer à primeira vista.

03/11/2003

Correio dos Leitores
Parabéns
Excelente ideia!
Desde já me associo, e pode contar com a minha colaboração para o que for necessário!
Pedro S. (3.11.2003)
João Cravinho
Num artigo de Carmo Só, João Cravinho afirmou ao Portugal Diário que «no actual panorama da esquerda, António Guterres é um bom candidato» para as eleições presidenciais de 2006.
João Soares
O jornal Publico refere que, numa entrevista à revista bimestral "Villas & Golfe", João Soares considera que António Guterres é, neste momento, o melhor "candidato da esquerda" às eleições presidenciais. O deputado socialista adverte que há um "risco sério" de o PSD e o CDS conseguirem eleger o próximo Presidente da República e não esconde que, para a esquerda, interessa mais defrontar Santana Lopes do que Cavaco Silva.

02/11/2003

Clube de Madrid
António Guterres esteve presente na reunião do Clube de Madrid, a decorrer na capital espanhola, para discutir o papel do Fundo Monetário Internacional na governação democrática das nações.
Correio dos Leitores
Óptima ideia
É a única hipotese que a esquerda tem de derrubar o candidato da direita, mesmo que seja Cavaco Silva.
Raúl A. (2.11.2003)
1 de Novembro de 2003:
Mário Soares admite perante os microfones da rádio Antena 1 a possibilidade de apoiar uma eventual candidatura presidencial de António Guterres se o objectivo for derrotar um candidato da direita.
29 de Outubro de 2003:
António Guterres foi reeleito presidente da Internacional Socialista.